Notícias

Considerada uma das regiões turísticas mais importantes de Portugal e da Europa, o Algarve é conhecido pelo seu clima temperado mediterrânico, os seus invernos amenos e curtos, e os verões longos, quentes e secos. Águas tépidas e calmas, paisagens naturais de cortar a respiração, um vasto património histórico e etnográfico, e uma deliciosa gastronomia, fazem desta região uma das mais procuradas pelos turistas.
A IPBRICK em parceria com a Algardata, apoiou 8 juntas de freguesia do Algarve [Aljezur, S. Brás de Alportel, Quelfes, Vila do Bispo e Raposeira, S. Gonçalo de Lagos, Alcantarilha e Pêra, Algoz e Tubes, e Moncarapacho e Fuseta], na implementação do Balcão de Atendimento Online, assente em iPortalDoc, o sistema de Gestão Documental e de Processos da IPBRICK. A implementação do Balcão Online pretendia aproximar os cidadãos dos serviços Administrativos, permitindo uma maior facilidade de comunicação entre os cidadãos e a freguesia.

A SOLUÇÃO

Com a implementação do Balcão Virtual Online, assente em iPortalDoc, as oito juntas de freguesia do Algarve passaram a tratar, de forma virtual, os vários processos que anteriormente obrigavam os cidadãos a deslocar-se às juntas, para solicitar presencialmente um conjunto de informações e documentos oficiais. Dos vários processos tratados no Balcão Virtual Online, destacam-se: Pedido de Informação, Pedido de Salão, Pedido de Transporte e Sugestões. Também a Correspondência Enviada e Recebida, das juntas, passou a ser tratada no Balcão Virtual, evitando a utilização de papel e, por sua vez, a necessidade de circulação de informação em suporte papel.

O RESULTADO

Graças à implementação do Balcão Virtual Online, toda a Correspondência que chega às juntas de freguesia é digitalizada e circula de forma desmaterializada. Facilitando a comunicação dos munícipes com o executivo, e do executivo com os munícipes. Além disso, automatizou e reduziu o tempo de tratamento de um conjunto de informações e documentos oficiais, que são agora pedidos e geridos via Balcão Eletrónico.
Com a implementação do Balcão Eletrónico, as juntas de freguesia conseguiram reduzir o consumo de papel, dar início à desmaterialização dos processos das freguesias e aproximar os cidadãos dos serviços administrativos. Representando também uma inovação e otimização dos recursos. Este investimento contou com recurso a financiamento europeu, tendo sido o projeto apoiado pelo CRESC Algarve 2020.